segunda-feira, 28 de abril de 2008

Por Deus, é segunda-feira!


- Ó Professora, dia 1 é Dia do Trabalhador, não é?

- É.

- Mas se é dia do trabalhador não devia ser feriado, devia ser dia de ir trabalhar?

- S., eu deixo-te o meu número de telefone, daqui por uns...deixa ver...daqui por exactamente 15 anos tu ligas-me e vais ver que já consegues responder à tua própria questão.

(Enquanto me coço toda para não lhe responder: Ó criatura, tu não digas asneiras!)
Perdoa-lhes, camarada Marx, eles não sabem o que dizem.

7 comentários:

Dualidades disse...

Acho que 15 não devem chegar... A minha professora deixou-me o dela há 20 e eu ainda não percebi o porquê! :o)

Dualidades JP

Lisa's mau feitio disse...

Mary!!
Como vai a "Menina" desde há pouco? :D

Bem, depois do que falámos, eu até me arrepio só de pensar que na Quarta-feira terei de falar desse assunto.

Mas como se mete a "ponte" na Sexta-feira... Tenho para mim que o assunto preferido dos meus vai ser mesmo mais férias na neve, festas e fotos em revistas cor-de-rosa ou cor de burra quando foge.

Deixa-me "gritar" que preciso!

Fica bem, minha linda!

Lisa

Lisa's mau feitio disse...

Eu não queria escrever "burra"... Era burro mesmo.

Cor de burro quando foge, portanto!

Fugiu-me a boca para a verdade, querem lá ver...
:\

dualidades np disse...

A criança tem razão, não deixa de ser um contrasenso...
Dia do trabalhador...não se trabalha...daaahhhh
É mta informação para um "anjinho"
Bejos

Marisa disse...

Que bem que vai saber este feriado :)

elvira carvalho disse...

Como não sei que lhe dizer, digo só bom feriado...
Um abraço

Pearl disse...

LOLOLOL
demais!!!
os putos são um espectáculo!!!
contra a lógica deles, não há argumentos possíveis...
:o)))***