quinta-feira, 15 de abril de 2010

É a mesma coisa, o catano!

Há coisas que não mudam, mesmo com as coisas neste pé, há situações em que me vejo envolvida que me levam de volta à sala de aula mas do outro lado da barricada. Estão a ver aquele hábito estúpido de se dizer a primeira sílaba da resposta para os putos irem atrás? Do género: Esta forma verbal aqui está no Fu...fu...fu....para ver se a criatura diz a porcaria da resposta. Estão a ver ao que me estou a referir? Bom, hoje, basicamente por saber que tenho ali umas mentes muito brilhantes (irony mode on), perguntei qualquer coisa sobre o processo de formação de uma palavra e como se ouviam grilinhos em vez de respostas, começo eu:
- Derivada por...pre...pre...pre...
- PRESENTE!
- PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO!
- PREDICADO!

Dá-me o tilt. Dou-lhes um valente ralhete sobre o facto de estar perante um valente grupo de preguiçosos que não sabem nada e quando me passa o momento super-guerreiro repito a pergunta enquanto dou um exemplo no quadro e aponto e faço traços e setas e o diabo a sete.
- Então vamos lá ver, se eu posso retirar o prefixo e a palavra continua a ter significado, temos então uma palavra derivada por pre...pre...pre...

- PRETÉRITO!
- MAS QUAL PRETÉRITO, CRIATURA! PREFIXAÇÃO! PREFIXAÇÃO!
- É a mesma coisa...

Nervous meltdown with fries on the side.

3 comentários:

Batz disse...

Só cá vim deixar a minha compreensão, nem fazes ideia das coisas que eu tenho de ouvir ...
beijinhos

Romicas disse...

Pelos vistos não estão sozinhas e já somos três... É uma frustração completa.
Bjs

Anónimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado