terça-feira, 4 de março de 2008

...


...que eu até nem sinto nada visada na questão, atenção! Mas já agora, digam lá de vossa justiça. Homens e mulheres desta blogosfera, é verdade que atingimos a velocidade de cruzeiro nas nossas relações? Não sabem o que é? Então vão aqui. Se acharem que ele não tem razão, é favor insultar e tal, se pelo contrário estiverem de acordo, venham-se embora de fininho, que isto de dar razão aos gajos tem de acabar (ou deverei dizer que não se devem abrir precendentes?)


Quem havia de atingir a velocidade de cruzeiro era a Guida, já não a posso ouvir com o cio...

10 comentários:

Dina disse...

Eu sou bem mandada e fui...e tornei a ir...e diz sempre:
O blogue que está a procurar não foi encontrado
Tu metes medo...até apagam o blogue só para não serem vítimas da tua língua víperina!

Maria do Consultório disse...

Dina:
O link já foi consertado...nada de medos.
Beijos

Dina disse...

Não concordo com o menino...o ideal é encontrar o equilíbrio. Uma coisa sem a outra não tem graça nenhuma!

Luazinha disse...

Já fui, mas me pirei...
Fonix q o gajo tem razão! E como tu dizes n o posso dizer mto alto...
Kiss

HzoLio disse...

É por causa das noites mal dormidas que a Matilde já foi à faca... Agora, finalmente, é uma gata séria!!! LOL

Boa Sorte com isso porque por aqui não foi fácil descansar. ;)

Hydrargirum disse...

Eu estou a bater nas mãozinhas, para não contar a história que trago cmg....é TODA acerca dessa figura!lol....

Quem sabe um dia...!!!!:)

Jinhos:)

Flávio disse...

Escusado será dizer-te que concordo na plenitude, né?
Mais um blog para o Google Reader, é o que é!!!

Rita disse...

Eu também concordo (que remédio). É porque conversar entre é uma coisa agora conversar em vez de é outra completamente diferente...
Jokas

Vitor disse...

Muito obrigado pelo destaque dos meus disparates.

Celeste disse...

Acho inevitável, tirando para raríssimos e felizes casais. Mas não sei se não será um mito urbano, esse da eterna paixão.