domingo, 3 de agosto de 2008

As crianças não mentem, mas podiam aprender!

Comparo a minha vidinha a um carro a capotar: rodopia, rodopia, mas no fim é só chapa amolgada e um susto do camnadro. Ora, posto isto, e porque temos mesmo de andar para a frente e lamber as feridas (não arde tanto como se lhe enfiássemos betadine!), é tempo de levantar a bandeira do estamos bem, obrigadinha.
Assim sendo, ontem fomos visitar as nossas afilhadas. A L. cresceu imenso, a C. está ainda mais esperta, e aprendeu numas horas aquilo que demoro um mês a ensinar: ladybird, bee, butterfly, snail...enfim, é um génio de 3 anos.
Tralala, barriguinha cheia de miminhos da C., ombros cheios de baba da L. (que se ri muito para mim, ou de mim...não sei dizer.), digo em voz alta:
- Ó C., viste a minha mala?
- Tu não trouxeste mala.
- Trouxe, trouxe...Olha, está aqui, estás tu a fazer-me de maluca!
- Essa mala não é a tua, porque não fica bem nessa roupa.
Toma lá que já almoçaste.

5 comentários:

Dina disse...

Elas são tão queridas não são?
Acho que temos aí a sucessora da Ana Salazar e da Fátima Lopes.

MCA disse...

Ahahahahaah brutal!!!!
Imagino a tua cara :D
Beijokas, bom domingo linda :)

elvira carvalho disse...

Parece que todas tiram o mesmo curso "Como embaraçar os adultos em poucas palavras"
Uma boa semana
Um abraço

Safira disse...

Que máximo! Já sabes, daqui para a frente sempre tudo a condizer!
Beijinhos

miminhosdaminhaavo disse...

Olá boa tarde, estive a actualizar-me no blog e lamento imenso o que aconteceu ao pai,mas ele irá melhorar de certeza, o meu tamb+em teve 2 valentes sustos do genero seguidinhos o ano passado e teimoso como é já voltou aos seus costumes de andar sempre a fazer qualquer coisa, simplesmente não consegue estar parado e é isso que os faz andar para a frente. Em relação à criançada é verdade, tiram todas o mesmo curso, ainda no outro dia a minha M. me disse, "oh mãe estás gorda!" quando olhei para ela incredula com o que tinha ouvido ela corrigiu" oh ma~e não é assim muito gorda... é só um bocadinho" com um sorriso de orelha a orelha... o que havemos de fazer. Bjikos.