domingo, 23 de novembro de 2008

Tu queres ver que afinal eu até tenho sorte?

Eu sei que deveria ter escrito sobre isto ontem, mas a emoção deixou-me incapacitada para isto dos blogs. Fui ao belo do Atendimento Complementar logo às 9 da matina de sábado, porque sou uma mulher valente. Lá expliquei ao que vinha: que é só um papel, que eu até sou uma gaja robusta, que vá lá ver!
A senhora torceu o nariz com ares de não deves ter sorte nenhuma. Ignorei-a. Sentei-me na salinha de espera (sem revistas do ano passado! ONDE É QUE JÁ SE VIU??), olhei em redor e rezei muito aos meus santinhos para ver se não apanhava uma camadinha de doenças...Como o meu nome demorava a soar, saquei do belo do envelope da conta da electricidade que trazia na mala e pus-me a jogar ao stop com o excelentíssimo esposo, que dada a hipocondria dizia que saia dali com uma camada de ébola na certa.
Ao cabo de umas duas horas notei alguns olhares de raiva na nossa direcção, provavelmente porque não aceitei como objecto galinha e desatámos a rir. Sooooorry! Lá por se estar à espera não se precisa de estar com cara de semana santa...
Lá me chamaram, pus um ar compostinho (na medida do possível, vá...) e záu! A médica passou-me o atestado! No questions asked! Assim é que é! Nem raios-x, nem sangue, nem micros, nada!
EU RIO-ME NA CARA DO SISTEMA! Muahahahahaah...cof...cof...cof...

Ganhei por uns bons 400 pontos. Galinha...pfff...

5 comentários:

blackstar disse...

Eu, que sou uma gaja rica (ou com pouca paciência e com seguro de saúde, vá) fui ao privado e saí de lá com o atestado e com uma lista de mais de uma dezena de exames e umas análises...

E a mulher ainda se riu da minha cara quando que, incrédula lhe disse "vou demorar mais de um dia no hospital para fazer isto tudo!!!" e respondeu "não me diga que pensou que só lhe passava umas análises?" Eu, com toda a minha sinceridade (e inocência) lá lhe disse "basicamente..."

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo uma abraço e votos de uma boa semana

Cruxe disse...

Jogar ao Stop na sala de espera.... pfff, onde é que já se viu?
Pelo menos eu, enquanto a minha mulher esperava para lhe cortarem a barriga para sacarem de lá o puto de dentro, estava na sala de espera com o portátil, a programar... ok... geek thing :P

PS: E o que realmente interessa: e doenças? não trouxeram nenhuma? nem para a troca?

PS2: Galinha não é objecto, mas podiam muito bem ter escrito galo, daqueles que fazem previsões meteorológicas... ou um galo de barcelos em loiça... são só exemplos

Dina disse...

Galinha é um objecto sim senhora...então aquelas galinhas de louça que existem para colocar em cima da bancada da cozinha e que servem para colocar os ovos, é o quê?? UM OBJECTO!!
Ai Eskisito...acabas sempre por cair nas esparrelas dela.
Este fim de semana fui lá à santa terrinha...

[In]satisfeita disse...

Oh Mariazinha, mas tu muito reclamas mulher?! LOOL, tens piada sim :)

Beijo