segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Um lanche espectacular

Depois de uma manhã a passar a ferro e uma tarde de reuniões e processos e o cataninho, resolvi que também era filha de Deus e vai de ir lanchar uma coisa bombástica. Nada mais, nada menos do que uma sandes de panado e um sumol de laranja. Epá, supimpa. Tenho para mim que não bebia um sumol há décadas e o panado estava tão seco e cheio de gordura ao mesmo tempo que me senti na presença de um acontecimento gastronómico. É bem provável que venha a vomitar tudo daqui a umas 3 horinhas, uma vez que o meu estômago dá sempre de si por essa hora, que é para me obrigar a andar a correr para a casa de banho toda endrominada e a tropeçar nos gatos. Mas quero cá saber, aquilo soube-me pela vidinha.Amanhã, teremos panquecas: ementa muito menos lusitana e devastadora para o fígado, mas o ano começa na quinta-feira e o fígado tem mais é de se aguentar. Bom, vou-me deitar e esperar pelas 2 da manhã que é para ver se faleço ou se vou mesmo dar início ao ano lectivo (letivo!) de 2011/2012. Olha, cá está a guinada no fígado.

1 comentário:

LopesCa disse...

Também não posso dar nos fritos mas ADORO :)