segunda-feira, 11 de maio de 2009

Shut up already!

Aqui no meu prédio, este sítio pejado de pessoazinhas bastante malcriadonas, não há nomes nas campainhas. Nós, quando cá chegámos, demos conta que o nosso apartamento tinha o nome dos antigos inquilinos e, antes mesmo de colocar o belo do plafond para não andarmos às escuras na cozinha, ele vai de enfiar uma etiqueta com os nossos nomes no coisito transparente. E aquilo soube bem. É verdade que agora sinto que a casa encolheu, mas há quase 4 anos isto pareceu-me o ninho do amorrrrrr perfeito para nós. Adiante. Imaginei que mais cedo ou mais tarde eu descobriria a identidade daquele 1ºdir, ou do 2ºesq....
Nada disso aconteceu. Conheci a vizinha de cima e o seu marido-mastronço por ser professora da filha. A filha que é um doce na escola e que em casa guincha como se não houvesse amanhã. Vim a saber uns tempos depois que, embora tenha deixado de ser professora dela, a mãe ameaça que me vem chamar cá abaixo sempre que começa uma birra. Esplêndido.
Os da frente também não são lá muito espertos. Ele é tuga de nascimento mas adora o outfit ucraniano. Tem uma largura de ombros que mete respeito. Só grunhe o bom dia se não conseguir fugir a tempo. A mulher, com quem me cruzava às 7 da matina no parque em frente a casa, tem uma cara de mal...er...mal-fecundada, que até mete nervos. Entretanto, tiveram uma menina e é ouvi-los em momentos bastante aparvalhados com ela. Continuam malcriados e sem vontade nenhuma de deitar o bom dia cá para fora da boca, mas pelo menos sei que há ali alguma humanidade.
Só os vizinhos cá de baixo eram simpáticos. Apanharam o meu Lucas nas escadas e acalmaram-no até eu perceber que o bichano não estva a dormir nalgum sítio cá de casa. Simpáticos, afáveis, abriam-me a porta quando eu não conseguia (borrachas malvadas!) e gostavam de gatos. Mudaram-se há quase um ano.
Continuamos a ter a mesma etiqueta, orgulhosamente só, naquela vitrinezinha de nomes. Ali estão os nossos dois nomes próprios. O dele é o primeiro, o meu é o segundo. Não escrevemos apelidos. Afinal de contas não há mais nenhuma Maria como eu por cá. E refiro-me ao segundo nome, não à minha beleza hipnotizante.
Ora, se eu tenho lá o nome e se ele tem o nome dele. Porque raio me tocam à campainha a perguntar se é de casa do Rui, da Marizéi ou do catano?? E porque é que duvidam quando lhes digo que não, que não moro na casa do senhor das pedras? Quem é que é o senhor das pedras? Não sei. Mas a senhora estava desconfiada que eu a estava a enganar.
Preciso
de
sair
DAQUI.

6 comentários:

Sorcha disse...

eh lá...
assim de repente, juraria que vives no meu prédio... mas não...
Até te poderia propôr uma troca de casa, assim para ambas desenjoarmos dos nossos vizinhos que tudo devem à boa-educação..
Mas como não é possível, olha... vamos rindo da nossa desgraça e esperando que eles se resolvam mudar todos... Eu tenho o desejo secreto que os meus vizinhos vendam os apartamentos a reformados, assim daqueles que dormem até as 12h e se vão deitar às20h... quem nem se sabe se estão vivos ou se já morreram..

Dina disse...

Que tal começar a procurar outra??
Há umas coisas chamadas classificados nos jornais que por vezes podem dar uma ajudinha.

Pedro disse...

Cheia de sorte! Eu na cozinha ainda tenho, há mais de um ano, a mesma mísera lâmpada, enfiada num casquilho sem graça nenhuma!

E também não percebo o espanto. Os carteiros, que são carteiros, até na morada se enganam, quanto mais no nome das pessoas!

Mas pelo sim, pelo não, é melhor saires... Vê lá se descobres para onde foram os vizinhos simpáticos!

Rita disse...

A irmã da minha vizinha do lado toca sempre, mas sempre à minha campainha e quando pergunto quem é e lhe digo que é engano ela pede-me, ainda assim, que lhe abra a porta. Raio da velha...
Jokas

ariba disse...

Precisas de saír? Olha, podias vir para aqui. Continuavas a levar com as trombas e a malcriadisse dos vizinhos mas pelo menos eram outras fronhas! E assim como assim, na minha campainha quem toca sempre por engano é o carteiro e a "Djica dá Sêmâna"(assim mesmo, com sotaque). Tudo boa gente. Ao menos estão a trabalhar!

Auguenta-te, que por aqui vamos fazendo o mesmo...
Beijos

Droky disse...

http://www.worldwidefred.com/revengecd.htm
Pode ser que resolva :p

***