domingo, 18 de outubro de 2009

Preciso mesmo de me mudar


Eu posso jurar que quando saio de casa o meu cabelo até vai esticado, e a minha make-up está lá no sítio certo (que é como quem diz, o eyeliner está mesmo no olho e não na bochecha) e a roupa até assenta como deve ser (na medida do possível, vá, que eu não acordo a Cindy Crawford!).

Mas quando chego à escola sinto que me arranjei sem ligar a luz e que se o Alfaiate Lisboeta me encontrasse tirava-me uma foto com o título:Mas que raio, ó mulher?

8 comentários:

Maga disse...

é assim tão dolorosa a viagem? não acredito que fiques tão desalinhada como dizes... já não estás a ver bem quando lá chegas! ihihih

Mo disse...

Sei bem o que isso é... o ano passado demorava 1h30m a chegar à escola... e quando lá chegava, já não havia penteado, nem make up, nem nada!!!

Boa semana!!;)

Miss Kitty disse...

Bem... o que fazes pelo caminho?? lol

BJS*

Formiguinha disse...

A isso chama-se vida de cidade... get used...

Bêjos

Marta disse...

Há dias assim!
Felizmente são poucos :)

Sorcha disse...

começo a achar que sou a única pessoa a detestar andar de carro, enfiada em engarrafamentos e adoro os transportes públicos... as diferenças étnicas, as diferentes pessoas, diferentes objectivos e destinos dentro de um metro ou autocarro. Gosto mesmo de transportes públicos (e estou a referir-me aos de Lisboa)... e lamento tremendamente que desde à 4 anos tenho obrigatoriamente de ir de carro para o emprego... senão arriscava-me a quase 3 horas de caminho e umas 5 trocas!!
A sério... encara isso sob uma perspectiva... digamos: antropológica!

Celeste disse...

Tens que te mudar de vez para A... madora!

Aquilo do forno manda mail que eu estou sempre pronta. Ai e tal!

:)

Força, aposto que estás sempre bem. Jeeeitosaaa!

Beiji**

O Alfaiate Lisboeta disse...

a Teresa tinha razão. achei graça. e mais ainda porque o melhor presente de Natal que já alguma vez recebi foi uma versão impecavelmente encadernada do "Toda a Mafalda"