quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Ele há gente com muito pouca sorte na vida, há sim senhores.


Toma lá uma picadela no rim esquerdo!


Eu sou, de facto, uma das pessoas mais azaradas à face da Terra. E escusam de dizer que não por que sou. E o dia de hoje está a ser particularmente profícuo em parvoíces e azares e MERDAS!

Hoje fui com o Eskisito ao BPI, leram bem, BPI, aquele que tem a fronha da parva da Fernanda Serrano em todo o lado. A Fernanda Serrano é aquela parva que está casada com o outro atronhado dos Amo-te Chiado, Amoi-te Meco, Amo-te raio que te parta. Ora uma pessoa chega ao balcão e o gajo que nos calha é um cromo daqueles com ar de quem tem por passatempo a filatelia ou a columbofilia ou até mesmo a pesca desportiva. E arma-se logo em chico-esperto. Ora o moço não está de modas. Olha para os cheques que nos preparávamos para levantar, empurra as lunetas para cima e sai-se com um "Só um momentinho, póser?". Pode, então não há-de poder?...

Passados uns minutos aparece todo suado e meio a gaguejar e a dizer que a assinatura era "esquisita" e que devíamos esperar um momento e se podia ser. Podia, podia...mas o parquímetro e o sô polícia não estavam a par da confusão que se estava a passar.

Resumindo: se há coisa que eu não era capaz de fazer na vida, era trabalhar num banco. os procedimentos escapam-me e nunca sei se preciso de mostrar o B.I. se não. E levo sempre com um olhar complacente de cada vez que digo "desculpe lá mas eu e bancos..."

Passada meia-hora desde que entrámos o senhor da balcão, lá vem com os cheques e chama-nos ao balcão ainda mais sorridente e com ainda mais gotas de suor na testa. Que pedia desculpa, que afinal nós não éramos uns deliquentes falsificadores e que podia passar o MEU DINHEIRO para a mão. Respondi-lhe que sim, que tudo bem ó amigo, mas que se por acaso encontrasse uma multa agarrada às escovas do carro, encaminhava-me ao BPI para que o senhor pagasse a multa. Ele ainda deitou mais uns decilitros de suor e depois lá o deixei.

Como se não bastasse, são 21.17 e desde as 2 da tarde que estou em casa à espera do meu frigorífico novo. A entrega teria lugar entre as 14h e as 20h. Ok, na boa, fico à espera. Às 13 tenho uma chamada no telemóvel que estava sem bateria. Era o senhor das entregas a dizer que já aqui tinha estado. Qual é a parte das 2 às 8 que ele não percebeu? Agora já me estrilhei com o pessoal da Worten, já estou para aqui a picar a minha bonequinha de vudu alusiva ao senhor estafeta e espero...porque afinal, segundo a "menina" do outro lado da linha, as 8 da noite da worten, afinal são as 10 da noite para o universo em geral.

12 comentários:

Chave disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dina disse...

Tu nunca mais aprendes a fazer o teu nome como deve ser? ai...ai...a menina!
Quanto ao frigorífico...a esta hora já foi entregue ou ainda não?
:):):)

maria cunha disse...

talvez a menina tenha ido ali ao Brasil... são menos quatro horitas... com sorte batem-te à porta à uma da matina! mesmo no limite...

beijo

Diabba disse...

Há dias em que, se almas as adivinhassem, não saiam da cama!
Ontem, também foi um dia de cão, para o diabbo-marido, incluiu quedas, traulitadas na cabeça, discussão com velhota e (cerejinha no topo do bolo) bateu com o carro!

beijos d'enxofre

Stôra disse...

LOL Maria, quero ser sempre tua amiga, xim? :P
*Beijinhos*

cacau disse...

pois é... há dias assim...
não percebi se ias ou se ja foste ao dentista... lol
mas se te ta a doer, é melhor dares um salto à cadeirinha antes que nem te possas mexer com dor de dentinhos...
beijo e parabéns pelo blog! (eu sou completa e absolutamente nova nestas andanças... ainda lhe estou a ganhar o jeito!)
*

Rita disse...

Ponto Nº1
Não deverias dar coisas ao Eskisito para assinar. Tendo em conta que a assinatura era esquisita só podia ser dele.
Ponto Nº2
Nunca ter o telemóvel sem bateria num dia de entregas
Ponto Nº3
Nunca, mas nunca levar a história dos intervalos de tempo à letra. É certo que deveremos sempre dar 2 a 3 horas de desconto quer para cima quer para baixo.
Ponto Nº4 (e último)
Toda a gente sabe que a Worten trabalha com um fuso horário diferente do nosso e bobeando até o calendário deles é pr'aí o Gregoriano...
Worten Cempre!!!
Jokas

Dina disse...

Então o frigorífico chegou ou não?

Para sempre, Maria disse...

dina:

Chegou por volta das 11 da noite. Hora em que eu já estava a bufar de raiva e ódio e tudo e tudo.
Mas agora já tenho água fresca...
beijo

maria cunha:

Eu nem o fui atender, mandei o marido, porque senão até corria à minha frente. O cromo ainda teve o descaramento qde dizer que nos fazia o "favor" de levar o antigo para reciclar! FAVOR O C/&$&%!
beijo

diabba:

Ok, ganha o mafarrico!
beijo


Stôra:

Eu sou muito calma até que PUM!
beijo

Cacau:

Pois é...er...ainda não pus lá os pés...mas eu vou ver se vou antes de dar atal dor do inferno.
beijo

Rita:

Eu cá sigo tudo à risca. É das tantas às tantas, então eu estou lá. Agora, estar das 2 da tarde até às 11 da noite à espera daqueles cromos...É DEMAIS!
beijo

Miss Alcor disse...

Bem... realmente é um daqueles dias!
Raios!

Os bancos... nem comento! Um dia comeram-me o cartão multibanco, com dinheiro na conta, e ainda tive de comprar cheques e esperar um mês por um novo cartão! Assim sem mais nem porquê! E depois têm a lata de me ligar a fazer inquéritos... bah!

Quanto ao pessoal das entregas... ai ai!!!! São sempre a mesma coisa!
A mim disseram-me que entragavam o frigo entre as 9 e as 12 e apareceram às 14, e eu já a bufar!
A desculpa? "ah e tal, não davamos com o sítio! E ligarem para mim, não!!

Anónimo disse...

Oh gaiata d'um raio. O que é que tu tens contra às pessoas q trabalham nos bancos e que praticam pesca desportiva? Isso é um atentado à minha pessoa e à minha família!!!! J.

Para sempre, Maria disse...

Anónima J.:

Não, nada disso!Boas pescarias!
beijo