quinta-feira, 2 de outubro de 2008

A 3 dias do fim

A 3 dias do fim, apetece-me contar-vos o que se passa. É trabalho. Não, não estou grávida. A minha Maria-meez está com soninho mas é por causa do trabalho que me faz adormecer a horas impensáveis.
A 3 dias do fim, ando com vontade de espetar umas quantas murraças na cara de alguns adolescentes mimados e a precisar de clearasil como de água para a boca.
A 3 dias do fim, continuo a pensar no senhor cego que me fez ficar de nó na garganta, pedindo-me para lhe levantar dinheiro, mesmo sem saber se eu era de confiança ou não. Qual foi o critério? A minha gargalhada, segundo ele. Eu sabia que ser esganiçada serviria de alguma coisa. Fiquei cheia de um sentimento de culpa, por conseguir fazer tudo sozinha e não saber estar grata por isso. Enfim...
A 3 dias do fim, relembro as conversas que tenho tido com alguns senhores e senhoras que têm uma vida complicada e a quem posso ajudar, nem que seja ouvindo.
A 3 dias do fim, tenho-me fartado de rir com os reformados que dizem grandes verdades com um sorriso nos lábios. Uns castiços.
A 3 dias do fim, volto a pensar na questão do Portugal dos Pequeninos, dos pobres de espírito, dos mal-encarados-porque-sim e dos reis na barriga...

7 comentários:

elvira carvalho disse...

Não está grávida. Que pena. Acho que dava uma excelente mãe.
Fiquei emocionada com o post.
Com a solidão dos idosos a quem às vezes basta uma palavra ou um sorriso para serem felizes.
"A 3 dias do fim, tenho-me fartado de rir com os reformados que dizem grandes verdades com um sorriso nos lábios."
A vida ensinou-lhes essas verdades, e o tempo ensinou-lhes que a revolta só lhes traz azia, não lhes remedeia os problemas.
Um abraço

Formiguinha disse...

Mas a três dias do fim de quê????

Mo disse...

Vais-te para lá deste Portugal dos Pequeninos?

Bjs

ariba disse...

Mas afinal que trabalho é esse???!
Fico com pena de não estares grávida, era fixe partilharmos essa experiência ao mesmo tempo;) e a tua meesz parece mesmo eu em dias menos bons...
Fico a contar os 3 dias que faltam para a grande revelação:)

Beijocas.

miminhosdaminhavo disse...

Olá Maria.. não venho visitar o blog à usn tempitos, também por trabalho a mais, mas agora fiquei super curiosa.. a 3 dias do fim de quê??????
Bjo

Azula disse...

Mais uma vez se confirma o que te tenho dito: andas metida com a profissão errada.

Engraçado ler-te assim, comovida pelo trabalho que fizeste e, sobretudo, orgulhosa.

Engraçado não ser um post a esbravar, ou a dizer que o miùdo e a mãe mereciam eram umas valentes chapadas e aquelas coisas que devem ocorrer a todos os professores pelo menos 100 vezes por dia.

Quanto ao Portugal dos Pequeninos, também jà te venho a espicaçar hà algum tempo... Sai dai enquanto é tempo;larga os pobres de espirito, os mal-encarados-porque-sim e os reis na barriga e vem para onde o sorriso faz parte do ritual, onde as coisas correm sem serem pequenas, onde hà reis, mas sem barriga.

Kyra disse...

Realmente tenho muita pena que ninguém dê atenção aos idosos como deveria ser. Eles têm tanto para contar e tanto para ensinar! Ainda hoje estive uma hora ao telefone com a minha avó, adoro ouvir as histórias que ela tem para contar :)