segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Fun, fun, fun...not

Na senda do que se passou na sexta-feira, dediquei parte do meu fim-de-semana à leitura do folheto. É verdade que o fiz devido ao facto de estar a convalescer da bela gripada e numa tentaiva vã de fintar o cesto da roupa, mas fi-lo, e isso é que interessa. Também li o folheto da farmácia sobre a higiene do sono, e sinto que agora a minha vida faz sentido, mesmo que não tenha roupa passada a partir de quinta-feira.
Ora, de maneiras que o folheto foi escrito mesmo para aos professores, esses malvados que maltratam os filhinhos dos outros dedicando o intervalo das 3 e meia a cantar os parabéns e a cortar o bolo e a distribuir os saquinhos do fdp do Noddy que custam um balúrdio e que eles acabam por comer juntamente com as gomas.
Pois, diz lá que temos de respeitar as crenças e não podemos comemorar os aniversários dos colegas na presença de uma criança Testemunha. Pois que acho bem e não o vou fazer. Mas será que uma criança de 7 anos sabe que não se deve dar importância às comemorações natalícias (os aniversários) ou quer antes sentir-se incluída na turma e comer o bolo que depois fica um género de panado assim que entra na caixa de areia?
Seja como for, não pode.
Também não posso comemorar o Dia das bruxas, nem o Natal, nem a Páscoa, nem o 25 de Abril, nem nada, porque tudo o que seja encarado como uma forma de honrar qualquer coisa que não Deus, é pecado e está mal, E se ainda por cima meter divertimento então é que não, MESMO.
Ah, religião rambóieira!

Ps: Digamos que eu estou com vontade de passar o "Nightmare before Christmas" no Halloween. Acham demais? A sério, acham que eles se vão borrar na cueca? Acham?*




















´





































*Muahahahahahahahahah!!!!!!

8 comentários:

mik@ disse...

esse folheto ia directamente pra reciclagem. já que não serve pra mais nada ao menos ajuda-se o ambiente.

Rita disse...

A sério que não consigo entender essa "religião" que tenta à força impingir os seus dogmas a quem não tem sequer CU para os ouvir. Se não podem e não querem que os filhos (coitados) participem nas actividade normais de uma turma normal então mentam-nos numa escola especial só para eles onde as coitadas das crinaças não podem comemorar porra de coisa nenhuma e onde levam lavagens cerebrais até serem grandes...
Jokas

Dina disse...

Não suporto essa gentinha...o que é que querem, eu até sou tolerante e acho que cada um acredita no que quer mas esses tipos...fazem-me cá uma burtoeja...(ver dicionário de alentejanês)
Porque raio é que têm que andar a impingir as crenças deles a quem não os chateia? E resolvem sempre tocar à porta a horas engraças, tipo domingo às 9 e picos...
Já tive vários ataques de mau feitio com eles, desde despejar-lhes um balde de água por cima, até dizer-lhe que era duma seita satânica. Não há nada que os faça desistir.

MiSs Detective disse...

detesto estas imbecilidades!

Cruxe disse...

Eu acho piada é essa de não comemorarem os feriados.
Não querem comemorar, não comemorem. VÃO TRABALHAR!!!!

AhAhAhAh!

Ana disse...

Eu tive na escola uma colega de turma que era (e ainda é) testemunha de Jeová. Era complicado mas respeitava. Também não tinhamos propriamente 7 anos.

elvira carvalho disse...

Em Moçambique, vivi 2 anos, paredes meia com uma testemunha de Jeová. Naquele tempo não havia TV, e em Nampula, não abundavam divertimentos. O principal era ver os carros pararem na avenida onde ficava o quartel, todas as manhãs, quando se içava a bandeira portuguesa, e os carros que corriam a avenida atrás da banda à noite.
Então os nossos serões, eram passados no terraço a jogar às cartas e a conversar. Era um prédio com 10 casais de militares.
A princípio a Fernanda não se calava que era pecado jogar, era pecado as mulheres usarem calças eu sei lá mais o quê. Depois um dia juntámo-nos todas e demos-lhe um tal sermão, que ela isolou-se e nunca mais se juntou a nós.
Um abraço e as melhoras.

Azula disse...

Eu costumo dar-lhes trela.
Depiis, quando as sinto entusiasmadas, ferro_lhes com a porta na cara!

Ai, que me dà cà um gozo!!!!