domingo, 21 de dezembro de 2008

Driving home for Christmas...

Já tenho as malas feitas, os gatos já estão entregues aos cuidados de alguém que os mima na nossa ausência, a casa está arrumadinha, a planta regada, a cozinha um brinquinho, a casa-de-banho está também limpinha e arrumada, as prendas estão já a postos a seguir para o carro, o colchão insuflável também, faltam os carregadores dos telemóveis, da máquina e as pantufas. Os carregadores vão chegar a Elvas, porque o maníaco das arrumações vai tratar de rever tudo o que fiz durante esta tarde, mas vou continuar a usar umas pantufas velhas do meu pai, porque não houve uma única vez que me tivesse lembrado de as pôr na porra do saco!
Falta ir apanhar musgo, dar uns tralhos, apanhar picos que ficam agarrados às calças e andar a coçar as pernas o resto do dia. Depois, é esconder a balança e começar a ronda que apelidamos "que bolos fazemos este ano". Depois, vamos a Badajoz comprar coisa hiper-calóricas, molhos, aperitivos e coisas que o nosso colesterol adora. Este ano, visto que o T. já tem dois anos e um mês, o meu pai quer oferecer-lhe uma ronca, que é um instrumento musical lá dos meus lados (ou será espanhol?) e cronometrar o tempo de vida do dito. Ora, a ronca mais não é que um boião de barro, coberto com uma pele, tipo cabedal, e depois faz-se um furo na pele, onde entra uma vara. Portanto, a ronca está feita, falta pôr a ronca a roncar! E como é que isto se faz? Ora, molha-se a mão e ...er...fricciona-se a vara para cima e para baixo, de maneira que a vara vibre, a pele também e o som reverbere(???) dentro do recipiente de barro, ouvindo-se então rooommm...rooommm...rooommmm....Este som serve de acompanhamento aos cantares ao Menino. Eu cá gosto de cantar ao menino, o problema é que a minha mãe também...e depois da meia-noite, a coisa começa a ficar mesmo, mesmo parva. Reparem que nem estou aqui a mencionar que tocar a ronca parece uma coisa badalhoca. Ficava-me mal. E eu vou para Elvas já amanhã, e nunca se sabe o que pode um grupo de Elvenses irados fazer ao meu canastro...
Adiante, amanhã é dia de rumar ao meu beloved Alentejo, assim que acabar a bela da manhã de reuniões e de cantilenas de 3...3....4...2...3...4....3...3....Como não sei como será a minha vida em termos de ligação à net, deixem-me desejar-vos umas Festas Felizes e umas entradas cheias de alegrias e sem carros roubados (furtados, vá...), problemas de saúde, faltinha de sorte, pronto. O que se quer é um ano como deve ser!
Então, adeus e até dia 26, talvez...

9 comentários:

Dina disse...

Feliz Natal para vcs! Aproveita bem esses dias, canta muito ao menino...e come tudo o que te der vontade. O Natal, digam o que disserem, é só uma vez no ano.

Pedro disse...

LOL! O que me ri com a descrição da ronca. Depois queremos vídeos (vá, a parte sonora, basta ouvir!) do concerto famíliar!
Um óptimo Natal para todos!

Maga disse...

bons roncos e bons bolos, é o que e desejo!

Droky disse...

Feliz Natal!!!
*******

elvira carvalho disse...

Feliz Natal com muitas prendinhas...
Um abraço e BOAS FESTAS

Andreia disse...

Um feliz Natal e um ano novo em grande: cheio de alegrias e coberto de motivos que vos façam sorrir!:-)
Eu só vou para o meu norte amanhã de manhã, tenho a última reunião hoje à tarde!:-(...Paciência...

Beijinhos e boas festas

Pearl disse...

Hehehehe

Essa ronca deve ser um instrumento e tanto...

:o)))***

Aproveito para te deixar votos de um feliz Natal, e um excelente 2009!!!

Dualidades disse...

Um Feliz Natal para a malta toda lá de casa! ;o)

Kika disse...

Só passei para deixar os votos de um Feliz Natal e Óptimo 2009!
Bjs