quinta-feira, 19 de julho de 2007

A pachorra que é preciso-part II


Sabiam que as pessoas que são "da terra" não esperam em filas?

E que, se uma infeliz-que-não-é-de-cá, se armar em revolucionária e não deixar que uma velha emproada lhe passe à frente, pode muito bem ser baleada à queima-roupa pelos autóctones?

Pois é...mais uma aventura na parvalheira!


Mas querem mais? Ora, para que saibam, os lugares de estacionamento aqui do prédio não chegam para os condutores dos Mercedes cá da terra. Nada disso. Mesmo que os lugares estejam todos vagos, os senhores dos Mercedes acham melhor estacionarem a dita viatura (cheias de cromados e coisas esquisitas) na curva da entrada para a urbanização, sob pena de causar verdadeiros ataques cardíacos aos outros condutores, já para não falar numa valente porrada na traseira, só porque ESTÁ AO SOL!!!

E onde é que andam as autoridades? Na tasca à frente da esquadra a beber umas. Está calor e não apetece mexer o dito!

Na época das cheias deslocámo-nos à esquadra para avisar os senhores agentes que a estrada para Santarém se encontrava submersa, o que constituía um grande perigo para quem não conhecesse a situação. Foi mais ou menos assim:

Vento do caneco, chuva a rodos e escuro como breu. Eu, o Eskisito e o sô polícia à porta da esquadra:


- Boa noite. Viemos agora de Santarém e reparámos que a estrada se encontra submersa e resolvemos vir até cá avisar os senhores agentes. Aquilo está perigoso.

(Acrescento que não havia sido posta qualquer sinalização de perigo na zona)

- Está, está. Tem razão.

E pronto. Durante mais de uma semana a estrada manteve-se submersa e sem sinalização.




10 comentários:

Dina disse...

Ok eu hoje estou um pouquinho lerdas das ideias...não percebi nada, o que tem a ver as filas com o estacionamento, com os mercedes cheios de cromados...quem é que tem uma valente porrada nas traseiras??
Quanto à parte final...isso já é fácil de entender!
Tu vê lá se te acalmas porque estou mesmo a ver que vai sobrar para alguém...
Bjs

azul disse...

eu também não percebi...mas foi só a parte de " mexer o dito" ...
...qual dito????
epá , sou tão velhaca.
corram comigo daqui.

bjufas

Maria Cunha disse...

ó maria que exagero... quando os "sôs" polícias vão à tasca é para beberem uma aguinha... trabalhar de sol a sol não é fácil...

ah! pois e não sei se percebi, mas eram duas histórias numa, não?...

beijinho

Maria Strüder disse...

Repara que são homens que trabalham muito coitados têm que ir refrescar a garganta, é uma vida muito dura (já disse que os senhores policias trabalham muito?)
Sim trabalho é a palavra certa.
Bom acho que me vou.
É agora pronto já fui parva o suficiente.
Gosto muito do Pingo Doce.

Azul disse...

mas pagam-vos pela publicidade????

bjinhos de sexta-feira ( cheios de animação!!!)

Peste disse...

cum catano!!!

aposto q se houvesse feridos a jorrar sangue eles ainda iam 1º ao cinama e depois logo se veriam se acodiam...

O meu mundo disse...

é no estado em que se encontra o nosso pais
infelizmente


bjinhu e bom fim de semana

Para sempre, Maria disse...

Dina.

tenho aqui um vizinho que só não é masi parvo porque não tem mais corpo...um dia destes lixo-me no carrinho à curva e espeto-lhe uma porrada na traseira do rico carrinho.Antes uma traseira metida para dentro que pôr o carro ao sol.

beijo


azul:

:)maluca!!O que eu me rio com as tuas maluqueiras!

beijo

maria cunha.

Não gosto de generalizar...mas é que não sei se se aproveita algum.
São umas quantas numa.

beijo

maria strüder:

Não sabia que a parvoíce provocava sede!

beijo

azul:

DEVIAM!

beijo

peste:

Qualquer coisa do género!

beijo

o meu mundo:

O que é estúpido é que nós nos acomodemos...aproveitamos os blogs para criticar mas fica tudo na mesma.

beijo

Rita disse...

Atão, mas não era só para avisar o chôr polícia para que este tivesse cuidado quando por lá passasse??? Pensei que sim... Ah! Afinal parece que era para avisarem todas as pessoas que por lá passassem, para a modos que porem lá qualquer tipo de sinalização... Então e a menina não sabe que para isso é preciso preencher um papel e fazer uma requisição mas um reconhecimento de assinatura e mais dois carimbos e mais um parecer técnico? Coisa para durar à volta de 5 meses...
Jokas

Para sempre, Maria disse...

Rita:

Impagável foi a miha cara a seguir ao "POis está"...

beijo