domingo, 1 de julho de 2007

Road Trip to the Allgarve - Part 1

O prometido é devido.E eu não sou mulher de faltar à palavra.

A viagem para o sul fez-se ao som de uma banda sonora que esteve a cargo aqui da" je". De Alpiarça a Montemor, com o Eskisito ao volante, fomos ouvindo o programa da comercial que nos valeu umas gargalhadas. Eram 6 e 10 já a minha mãe estava de ouvido colado à coluna e a mandar-me sms "já cá estou com o pai a ouvir" e foi então que me lembrei que o meu pai não iria achar grande piada a certas e determinadas expressões por mim utilizadas. Ah pois, que eu só sou emancipada do teclado para a frente...adiante.

Chegados a Montemor fomos meter toda a cafeína necessária pela goela abaixo, visto que os óculos escuros não estavam a resultar.

A Ninica saltou então para o volante comigo como pendura. Devo dizer-vos que aqui a vossa Maria é, por unanimidade, a melhor DJ Pendura que se pode desejar. Passo a explicar:

"Na Cabana" do mítico José Cid e auto-denominado Elton John português...O público do banco de trás delirou e pediu mais. Eu não os desiludi. Continuei com o magnífico "Rouxinol Faduncho" do grande Marco Horácio. Umas quantas canções. Para acalmar os ânimos resolvi passar o clássico, o maior, o inimitável...Roberto Carlos com a magnífica interpretação do êxito "Momento Lindo"...ainda tentei dar com a famigerada música das baleias mas desisti. No seguimento apareceu uma mistura bastante ecléctica Coldplay e Quim Barreiros!Nem mais.

Quando o público já estava em delírio (ou qualquer coisa do género...não os conseguia ouvir muito bem) resolvi atacar pelo flanco da nostalgia. Aquela sensação esquisita que nos faz bater com os dedos no joelho e abanar o pé que descansa sobre a perna traçada ao som de músicas que outrora nos causavam arrepios. É o meu caso com as canções dos anos 80. E os Duran Duran em particular. E não é que o CD do "80 à hora" fits like a glove?

Ora ao som de "Girls on Film" e da música do saudoso "Neverending Story" abanámos a franja despenteada e berrámos a plenos pulmões "Chamem a polícia" sentindo o ténue perfume das miúdas das escolas secundárias...o eterno patchouli. `

Ao entrarmos na gloriosa aldeia/vila/cidade (permanece em nós a dúvida) denominada "Entradas"... ah...tanto haveria a dizer da estação de serviço à entrada das Entradas...mas...deixo apenas aqui um aperitivo.


Nesta altura o Livreiro, um tanto ou quanto assustado (para não dizer à beira de um AVC) decidiu trocar de lugar com a Ninica e lá perdi o poder sobre " o coiso" dos cd's e do auto-rádio por arrastamento...foi triste ver o semblante de desilusão patente nos rostos dos companheiros de viagem...mas enfim...


Ainda ouvimos um bocadinho de Soundgarden, para desenjoar, mas, o novo DJ daTreta- aquele Benfiquista ressonador- decidiu pôr o cd de Xutos ...que durou o resto da viagem. Mas eu vinguei-me. Olaré!

O moral caiu a pique. O público implorava pelo meu regresso, mas aquele déspota não ouviu os lamentos da multidão do banco traseiro. Mas, aquele coração empedernido (à custa de tantas derrotas...) lá cedeu (enquanto pasávamos por Armação de Pêra) e pôs o belo cd de Beatles. O Eskisito não gosta e tal mas nós sim, pelo que ao som de "Love me do" e outros êxitos afins pusémos o pézinho nas areias da Praia da Rocha.


18 comentários:

Diabba disse...

Quintuplos??? E que parecidos são uns com os outros!!

Tenho a certeza que és melhor DJ ko ressonador-man, mas a viagem foi divertida, até fiquei assim a modos que invejosa! (sentimento que só me fica bem)

E, se aquele 168 é o velocimetro... não se admirem de receberem uma cartita em carsa, ok??

Para cultura geral: Os radares só disparam a partir dos 150Kms/H, poratnto o conveniente é andar a 149 Kms/H...

beijos d'enxofre (vagarosos)

Maria Cunha disse...

estou como a diabba... invejosa... não que seja a bs dos meus sonhos, mas numa road trip... tudo é permitido! e eu ouço (dizem os entendidos, sabe-se lá do quê) muito pior do que isso...

agora essa dos xutos é que náo convence, nem a mim e presumo, nem ao menino jesus...

ah! fica-te bem a t-shirt clara... o teu cabelo denunciou-te... quanto ao eskisito só posso deitar-me a adivinhar... será o mais alto???


beijinho

Dina disse...

Se a inveja pagasse imposto nesta altura o Sócrates já tinha enbolsado uma quantia jeitosa...
Consegui imaginar a cena e até cantarolar as músicas com vcs...
Onde é que ficam as Entradas?
Vê-se que não sou grande fã do Algarve, não vou lá há uns...8 anos e mesmo nessa altura não passei de Aljezur, até para férias prefiro o Alentejo.

Para sempre, Maria disse...

Diabba:

Tu por acaso...er...não farás parte da BT...certo?Nesse caso...IT WASN'T ME!Foi a Ninica! Essa maluca ao volante!Eles bem queriam que eu conduzisse, mas eu já estava mesmo a ver que não passaria o limite de velocidade e chegávamos lá no outro dia.Eu cá sou assim!Muito cumpridora!cof...cof...

beijo

Para sempre, Maria disse...

Maria Cunha:

O meu gosto musical é um tanto ou quanto duvidoso. Digamos que ouço de tudo, consoante o momento, a companhia ou disposição.
É verdade, a de camisola branca sou eu e o Esk é o mais alto. É sim senhor!Davas uma boa criminologista!

beijo

Para sempre, Maria disse...

Dina:

"Entradas" fica a seguir a Beja (mas é mesmo muito depois...pareceu-me, pelo menos)não sei se pela adrenalina e pelo sono aquilo pareceu-nos absolutamente hilariante. Os Dvd's, a cara do funcionário ao ver o Esk atirar-se para o chão e beijá-lo à Papa, o nosso arrastar do pé pela estação de serviço fora...sei lá!
Também prefiro o Norte, mas passar estes dias na companhia dos amigos, nem que fosse na Sibéria, valeria sempre a pena.

beijo

O meu mundo disse...

mas que viagem atribulada...upa upa...mas o que interessa é que se divertiram:)

bjinhu

Rita disse...

Benvinda de Volta!!! Parece que a viagem para baixo foi uma animação (a de regresso não deve ter sido) espero que a semana tenha corrido de feição e que venhas revigorada.
Jokas

Formiguinha disse...

Curti bué a foto..., principalmente o sorriso :D

Benfiquista disse...

o DJ ressonador é o maior !!!!!

Para sempre, Maria disse...

o meu mundo:

Saravah!!!
Bem vinda à sala de espera do consultório. É aqui que se passa grande parte da emoção!
Os meus pacientes são do piorio e só dizem mal!
Espero bastante da tua má-língua!

beijo

Para sempre, Maria disse...

Rita:

Se há coisa que eu não sou é rabuja pela manhã...mas eles são!Foi a loucura, eu a acordar cheia de ânimo e eles todos cheios de ramelas.
A viagem foi absolutamente imperdível.Recomendo esta OST!

beijo

Para sempre, Maria disse...

Formiguinha:

As fotos vão continuar...mas achei que não era de bom tom pôr aqui a fronha do pessoal. Vai tudo corrido a smileys!

beijo

Para sempre, Maria disse...

Benfiquista-de-uma-figa:

Eu a ti, meu amigo, só te digo uma palavra:"silence".Esse medicamento maavilhoso que permite dormir ao pé de ti.
Espera...mais uma:

FRAQUINHO!

beijo

o livreiro disse...

AVC uma ova, o teu esk é q ia tendo não um mas dois pelo caminho, "a morte" cada curva, palavras do próprio.
E já agora, acordar ao som do dartacão em espanhol é muito MAU. Bjufas

NINICA disse...

Minha querida amiga:
gostei tanto destas férias abrasadas, que sim, quero repetir convosco mais um road trip, mas se aparecer alguma cartinha cá em casa com uma continha....eu vou ter contigo para repartir...os amigos não são só para a festarola...quem te mandou mostrar o 168...tinhas um menor...
BEIJO

Teresa disse...

Viagem atribulada!

Certas músicas que referes fizeram-me lembrar uma que persigo há anos, mas sem saber como se chama ou quem canta é impossível caçá-la. É um faducho esquisitíssimo cheio de parentescos complicados, mas que vão fazendo sentido, e no fim o tipo acaba por concluir que é avô de si mesmo.

Conheces? Ajudas?
Cá estão os smileys outra vez! Tens e me ensinar.

Beijo.

Para sempre, Maria disse...

Teresa.

Não me é estranho...mas assim de chofre não sei.
Os smileys é o V que põe!Eu sou naba ao cubo!

beijo