sábado, 27 de outubro de 2007

Parental advisory ( I'm probably going to offend you with my words)


Há dias falei-vos de " Uma casa no fim do mundo" do Cunningham, o livro que andava a ler de enfiada, hoje venho falar-vos do livro que adoptei como livro de cabeceira.
Não se trata de "Os Maias", não é uma compilação de Contos dos Irmãos Grimm e GARANTO que não é nenhuma pessegada do duo dinâmico:Nicholas Sparks/Sveva whatever Modignani. Aquilo que eu decidi ter como companheiro dos momentos de insónia é "A língua da tua mãe!" do Stephen Burgen, esse grande maluco. O livro mais não é do que um guia de insultos europeus e achei que, um dia mais tarde, me faria falta saber como é que posso pôr um macho alemão no lugar.
Aprendi contudo, que o Inglês é a língua que mais insultos consegue conter e que os gregos, se lhes chega a mostarda ao nariz conseguem ser mesmo muuuito brutos. Lembrem.se disso. Os portugueses são apontados como pacientes bipolares: do Tejo para baixo podemos chamar cabrão a toda a gente que não há espiga, mas se chamarmos isso a um gajo lá de chima...Jasus Sinhores! É melhor botar a correr...
Por seu lado os espanhóis são os reis dos insultos que fazem referência a tudo o que são funções corporais do género: "Me cágo en la puta que me parió". Uma fineza.
Agora, o que me deixou de cara à banda (frase da estirpe de "rir a bandeiras despregadas") foram estes 3 exemplos de como, no momento de insultarmos alguém, o fio que liga o cérebro à boca se desliga e ficamos assim para o burgessos...Senão vejamos:
- Verpiβ dich! Um insulto, no mínimo, cáustico. Significa "Mija-te!".
- Spritz ab! Que significa "Ejacula!". Sabem como é, se um alemão manda, tem que ser!
- Vedä vittu päähäs! Insulto que encerra em si mesmo o efeito de um banho no gelo, hábito tão enraizado na sociedade finlandesa, e que significa "Vai pôr uma vagina na cabeça".
E pronto, é assim que se contribui para o enriquecimento da blogosfera.
Aliás, até estou a pensar criar uma rubrica especial sobre isto...ou isso ou arranjar uma vida. Vamos ver.

10 comentários:

Alf disse...

3 exemplos que são dois, ou fui eu que desliguei algum fio do cérebro?

Nani disse...

Eu gosto da modigNANI... amuei! :(

ariba disse...

Isso deve ser da febre! ;)

Espero que já estejas melhor!
Beijinhos

snowgaze disse...

Eu gosto do "fick dich ins Knie" - fode-te no joelho. Só os alemães...

Mo disse...

A partir deste momento o meu dia passou a fazer muito mais sentido!

lol

Professorinha disse...

Pôr uma vagina na cabeça?... Na cabeça?...

Na cabeça...

Ai...

Teresa disse...

Muito instrutivo, sim senhora!
Isso não será da gripe?
Beijo grande.

MiSs Detective disse...

melher!!! um rubrica!!! :D qual visa qual quê?! uma pessoa quer é ler barbaridades

Para sempre, Maria disse...

alf:

Eu vejo 3.
Mas como és do contra...
beijo

Nani:

Espanta-me que não saibas que isso faz mal à saúde!LOL

ariba:

Não. É mesmo parvoíce.
beijo

snowgaze:

Também lá está!
E outras que...bem...são do catano!
beijo

mo:

I knew it!
beijo

professorinha:

É triste...não sei onde foram buscar esta...
beijo

teresa:

É o brufen!
Tem estes efeitos colaterais!
beijo

Miss detective:

Como é bom saber que há gente como eu, que quer é bandalheira e rambóia!

Rita disse...

Adorei e quero mesmo uma rubrica especial sobre isto...
PS - O que é que a menina tem contra o Brufen?
Jokas