sábado, 3 de janeiro de 2009

Thy shall not be a bitch

Blog que se preze tem que ter a boa da lista de resoluções de novo ano, é ou não é?
Pois bem, este ano em vez de me engasgar com as passas enquanto peço desejos à maluca, resolvi-a par do Eskisito, tornar-me uma pessoa melhor.
Atenção, não quero com isto dizer que me considere uma fuínha, malvada e cheia de rancor, nada disso. O que eu quero mesmo é deixar de ter instintos sanguinários quando alguém me passa a frente no talho, ou quando algum estupor me buzina porque é estúpido e desconhece o uso da fila mais à esquerda nas rotundas como forma de circulação dentro da mesma, ou quando alguma colega bipolar me dá uma resposta bruta, ou quando estico o cabelo e chove, ou quando alguém que me está atender me trata mal ou por tu, ou quando...enfim, vocês perceberam a ideia.
Ora, esta resolução foi tomada há pouco mais de 24 horas, dentro de casa.Um ambiente controlado, portanto. Nada mais errado, eu deveria estar na rua. Isto é como deixar de fumar porque se está no meio de um barranco no deserto do Sahara: não há, não se compra. A coisa corre infinitamente pior quando se diz que se vai deixar o tabacúncio com um maço refundido num armário lá de casa: é escusado.
Isto das duas uma: ou não vou ao Jumbo, ou deixo-me de resoluções de ano novo parvas. E mais não digo, porque senão não estou a cumprir a resolução. Aliás, isto para ser feito como deve ser, tinha de acabar aqui com o estaminé. Hummm.....

ps: Isto é tudo uma artimanha para receber comentários queridos a dizer que sou a maior e que não vivem sem mim e tal. Vá, não me deixem ficar mal, porque a par desta resolução estúpida estou também a começar uma dieta, e isto da falta de sódio dá-me para a depressão.

5 comentários:

Pedro disse...

Devemos ter um feitio muito parecido... Benza-nos Deus! Eu é que já não caio nessa de promessas de Ano Novo - assim como assim vou acabar um velho rezingão...

Dina disse...

Já não faço isso há uma data de anos...nunca passava das intenções.
O sr que vive cá em casa diz que se houvesse um prémio para a mais refilona eu ganhava sem margem para dúvidas por isso minha linda...ainda tens muito que refilar para me apanhares, não te esqueças que te levo uns bons anos de avanço.
Refila que refilar faz bem à vesícula.

elvira carvalho disse...

Já nem sei se somos nós que somos refilonas, se são os outros que nos catalogam assim. Aqui o maridão, diz que eu sou a maior do mundo, mas o marido da Dina diz o mesmo, da mulher, e o meu cunhado diz o mesmo da minha irmã. Estou a ficar com a pulga atrás da orelha, como se costuma dizer...
Feliz 2009.
Um abraço

Safira disse...

Mas o que é que há de errado em ter instintos sanguinários? Contra natura seria sorrir a todos os imbecis que andam com um volante entre mãos ou dar um chocho a quem te empurre no metro.
Eu cá gosto de te ler assim, mau feitio, sódio deprived ou não. ;)
Beijoca

Devaneios em Hora de Ponta disse...

Por acaso... a minha namorada... tb é a pessoa mais refilona que conheço... parece que é normal :P eu ao menos sou a paz em pessoa :)
E a unica resoluçao para este novo ano é sair-me o EuroMilhoes! sim sim eu sou modesto a pedir