quarta-feira, 8 de julho de 2009

Tá tudo bêbado, é o que é

Estive hoje à conversa com um amigo de infãncia que vive há já alguns anos em Madrid. Sendo ele jornalista, aproveitei para perguntar o que achava da febre que para lá vai com o Real Madrid e o Cristiano Ronaldo. Ele informou-me que o Santiago Bernabéu estava cheio, de facto, mas que o grosso daquela multidão era composta por miúdos e miúdas, e que surgem muitas críticas ao assunto e à pessoa em questão. Eu bem que desconfiava. Os espanhóis que nos têm uma azia do catano, vão agora adorar-nos por causa de um jogador de futebol? Deve ser, deve...
E poupem-me a conversa do tens é inveja, porque se ele julga que está bronzeado, ele que me veja depois de uma manhã a lagartar. E não deito perdigotos. E os meus dentes cabem -me todos na boca. E sou bem capaz de chegar ao fim da minha vidinha sem apanhar sífilis. Não gosto dele, pronto. Quer ser o melhor? Good for him.

6 comentários:

Maria do Consultório disse...

Infância pá! Estou a ficar chéché. Ou isso ou não tenho forcinha nos dedos.

Miss Kitty disse...

LOL! Tás é com inveja é o que é... Ainda bem que não fui só eu a reparar que lá no Reubéubéu era tudo catrias!

BJS*

Pedro disse...

LOL| Eu também não!

elvira carvalho disse...

Eu também não............
Um abraço

Zeca disse...

Nah, havia lá muito gajedo que de pitas não tinham nada!!! ohoh!!

Agora falando a serio, como alguem disse num belo programa de tv que há agora, no dia que o madeireiro esse se apresentou, se a Maddie fosse bater á porta da SIC a dizer que tinha voltado, ninguem lhe ligava!!!

Bêjo

Safira disse...

Eu cá não lhe gabo a sorte de ter de levar com aquelas histéricas todas. E de certeza que as pitas que andam a cirandar não viram o programa do Daniel Oliveira sobre a casinha do moço ou fugiam a sete pés dos puxadores CR7 nas gavetas e nas portas. Cristiano, filho, tanto dinheiro e tão pouco gostinho, valha-te Deus.