sábado, 25 de agosto de 2007

A minha herança genética

São muitas as coisas que herdei da minha mãe. Ponho as mãos nas ancas enquanto espero por alguma coisa, sento-me e apoio os cotovelos nas pernas e balanço-me para a frente e para trás…Mas não é só fisicamente que sinto essa herança. Nada disso. Por causa da minha mãe, cresci a desprezar os filmes franceses,a enervar-me com o Vasco Granja, a delirar com o “Fame” e… a a-do-rar musicais e a ver, ano após ano, “The sounds of music”, “Gone with the wind” e “The wizard of Oz”. É verdade. Não é que imaginássemos que os sapatinhos da Dorothy iam mudar de cor, não é que achássemos que era desta que a Scarlett ia deixar de ser uma mimada…nada disso. Nós gostávamos mesmo daquilo.
Sempre que qualquer um destes filmes passava na TV, lá ia eu, a minha mãe e a minha avó, deslumbrar-nos um bocadinho.
Agora que olho para trás, percebo que estavam em frente à TV 3 gerações de mulheres totalmente diferentes umas das outras, mas apesar de tudo, absolutamente iguais.
Vejo isso agora, quando saem pela minha boca fora expressões que a minha mãe usaria naquela situação, ou quando me ponho a fazer remédios caseiros para fugir ao médico, como a minha avó faria. Para a minha avó, o azeite curava tudo menos a má-língua. Tudo, tudo não sei, mas livrou-me de muitos galos na testa e vermelhões nos joelhos…
E o que é que despoletou este assomo de saudade?
Uma prenda muito querida do mê amori!
Esta aqui:

8 comentários:

Dina disse...

E isso é bom ou mau?
Refiro-me a tudo o que herdaste...

Benfiquista disse...

Macavenca!!
Quando tiveres disponibilidade na tua agenda não te esqueças de dares um saltinho ao meu blog, tenho lá uma prenda para ti, mas só se quiseres!
LOOOL

Beijos

Diabba disse...

Hummm ele vai-te pedir alguma coisa... hihihihihihi

beijo d'enxofre

Maria João disse...

De Maria para Maria, é lindo quando vemos em nos o reflexo de muitas geraçoes! Eu acho lindo porque tenho um orgulho imenso na minha familia! :)

Formiguinha disse...

Fogo!!!

Eu, apesar da herança genética, acho que não tenho nenhum interessa cumum com a minha mãe e com a minha avó... estranho não é???

Enfim, tão querido o teu maridinho!!!

Aproveitem.

Bêjos

Rita disse...

Por acaso ainda noutro dia me estava a ver ao espelho enquanto pensava que cada vez estou mais parecida com a minha mãe. Nos gostos também mas no feitio nem tanto. As R's são a trombinha do pai, será que vão herdar o meu feitiozinho??
Jokas
É impressão minha ou a Diabba mudou outra vez de look??

Para sempre, Maria disse...

dina:

Nem bom nem mau. É o que é.
beijo

benfiquista:

Ando um pouco arredada destas coisas. Mas hoje à noite vou lá.
beijo

diabba:

Estou à espera da pancada...
beijo

maria joão:

Obrigada pela visita!
E sim, tens razão, sou uma defensora acérrima da minha famelga. Apesar de todos os senãos...
beijo

formiguinha:

Interesses podes não ter. Mas o que és é um reflexo de quem te criou.
beijo

rita:

Tens toda a r~zão. Estou, dia a dia, mais parecida com a minha mãe.Ainda bem!
beijo

Azul disse...

MarialindaI,

Pois, eu concordo contigo plenamente, sobretudo com ...Tudo!
Mas o Feiticeiro do Óz, é absolutamente fantástico!

" Somewhere...Over the rainbow...There´s a star for me..."

Mas só não concordo com a história dos filmes franceses. E estou para aqui a lembrar-me dos de Louis de Funes...Clássicos hilariantes de um "gendarme", absolutamente fantástico!!!!

Se não viste, recomendo-te para umas boas gargalhadas!

e também o clássico da série " Pequenos Vagabundos",- LES PETITS VAGABONDS- que povoou a minha infância e me marcou até hoje.. ( de longe 50 vezes melhor que "0s cinco "), e da qual sei ter saído há uns anos um dvd que ainda não consegui encontrar...sniff)

E, dos americanos? As minhas tardes com 6 ou 7 anos a ver o Fred Astaire e a Ginger Rogers a rodopiar, enroscada no papi??? e os da outra, ai , como é que ela se chamava, que dançava na água......A Esther qualquer-coisa-que-não-me-lembro....

ahahhhhh...saudades....

Já para não falar dos NOSSOS CLÁSSICOS!!!!
( Ok, vou escrever mas é um post sobre isto, e aculpa é tua!)