segunda-feira, 5 de maio de 2008

Influências nefastas de uma madrinha



Ontem fomos jantar com a nossa afilhada, a C..

Ela tem 3 anos, mas sabe coisas que eu com 6 não sonhava sequer. Enquanto come as batatas fritas conta até 10 em Inglês, e quando chora pede desculpas por se ter enervado e aborrecido. É um ser absolutamente fantástico.

Gosto de estar com ela, de ouvir as graças, mas também os mimos que ela diz com um toque de filosofia.

Quando chegámos a casa dos pais dela, ela estava de pijama, pelo que a mãe a mandou ir vestir a roupa nova da Kitty. (Eu não acho gracinha nenhuma à Kitty, mas nela até gostei)

Fui ajudá-la a vestir-se. A dada altura, estou a tentar tirar-lhe a camisola pela cabeça, e aquilo dá em embicar na chucha que ela não larga nem à lei da bala, e peço-lhe que a tire, senão vai-se magoar. Ela tira, não sem antes de atirar um Ai, Maria, Maria, tens de mandar tirar a chucha antes, senão eu aleijo-me. Mas deixa, da próxima vez já sabes.

Mas a melhor, melhor mesmo, foi quando ela, ao reparar que eu estava a adormecer no sofá, me diz entre gargalhadas Ri-te, morcõua!

Fartei-me de rir e lá a corrigi:

- Não é morcõua, tonhó, é morcona!

- Tonhó és tu, morcõua.

- MorCONA, não é morcõua!

- Mor-Cona, mor-cona.

- Isso.

Só quando o Eskisito me bateu na perna é que percebi o que tinha ensinado à criança.

O pior é que, mesmo que ela não diga quem a ensinou, os pais saberão que fui eu. Damn you girl!

6 comentários:

Flávio disse...

Agora é que nunca mais vais ver o Diogo!
Vade reto, professora dos Infernos.

Restelo disse...

Que belo ensinamento, srª professora! Então e tu, para quando um rebento?

Dualidades disse...

Essas coisas pequenas hoje em dia parece que já nascem com a escola toda!

Eu até tenho vergonha de dizer com que idade aprendi a contar até 10 em inglês.

Dualidades JP

Dina disse...

A culpa deles saberem contar em inglês é da Dora...o meu neto com 2 anos e meio também já aprendeu a ver o DVD da Dora. Em Português só sabe até "TÊS"
Não há nada melhor que uma criança para nos colocar no nosso lugar...mas com uma madrinha assim não sei não...acho que a criança vai sofrer uma péssima influência ao longo da vida...

Formiguinha disse...

Que delicia!!!

Só com a descrição... já apetece esburrachar...

Bêjos e vê se te entusiasmas!

Lisa's mau feitio disse...

Mary, andas desactualizada no domínio da Psicologia e do Desenvolvimento da Criança! (tiveste esta disciplina? :D)

Não gostas da Kitty?
Pois eu sim! Há dias enterrei 45 euros em T-Shists dela! Todas as cores e posições com aquele sorriso lindo! Gatita "maifofa"!

Mas a Puca tb te fica bem! :)

Quanto ao "murcõua"... a tua afilhadita é cá de cima, Mary?
Termo utilizado em demasia por estas bandas!

******

Lisa