terça-feira, 6 de maio de 2008

Saved by the bell

Já tive oportunidade de vos falar da tendência algo estúpida da minha gata em roer, babar e esconder os meus totós do cabelo. Assim sendo, e para não ser acusada de sádica com uma gata tão querida (NOT), tomei uma decisão: não há cá elásticos para o cabelo, há molas e quando se der o caso de não saber do seu paradeiro (aqui a culpa não é da gata, é do meu amigo alzheimer, uma barrigada este gajo! Prega-me grandes partidas. O dia que ele me esconder as chaves e passar um serão ao relento é que vai ser bonito), agarra-se no belo do lápis e espeta-se no alto da pinha para segurar a trunfa.
Como sou mulher de convicções, não estou de modas, e quando o calor aperta ou me começo a enervar com algum baixote, agarro no belo do lápis (bem afiado, senão arranco metade da juba) em vez de o espetar na têmpora da criatura - ou na minha- e enfio-o no belo do monho.
As miúdas acham piada, como se nunca tivessem visto tal coisa, e os putos começam a cochichar e a discutir a minha sanidade mental com frases ditas para o ar assim à laia de pensamento em voz alta:A teacher tem um lápis enfiado na cabeça...
Claro que eu podia aproveitar para os achincalhar, mas azar dos azares, é anti-pedagógico usar um tom irónico. A parte divertida da coisa tinha logo de levar a distúrbios comportamentais. Resta-me acenar com a cabeça, e corrigir está espetado no cabelo, na cabeça ainda não, mas lá para o fim do mês de Junho és capaz de ter sorte.
Pois bem, hoje, a C. e a R. resolveram trazer-me um valente stock de totós. Devem ter achado que eu não estava familiarizada com o conceito de pôr um elástico para segurar o cabelo...
Tendo em conta a piolhada que anda pela escola, estão a ver a minha sorte né?

- Teacher, põe lá o roxo! É meu!
- Er...ó C., não pode ser, fica mal, eu estou de encarnado.
- Está aí um encarnado, teacher!
- Olha que bom!E ainda tem uns cabelinhos teus agarrados...GULP!

Depois foi só correr para o caixote do lixo mais recôndito e rezar para encontrar totós roxos, encarnados, amarelos e verde ranho.

6 comentários:

Bipolar disse...

Verde ranho!!!!!

eheheheheh

Beijo

MiSs Detective disse...

verde ranho é uma cor muito lindinha!

Formiguinha disse...

Hahahahaha!!!

Tu lava já a cabeça com quitoso, se não para combater ao menos para prevenir!!!

Bêjos e boa sorte

Rita disse...

Tem piada que eu também costumo usar o lápis quando não tenho nada mais à mão. É sem dúvida melhor do que um elástico de cabelo, verde ranho e impregnado de lêndeas (e narrativias)...
Jokas

Pearl disse...

Que máximo!
Eu também não uso elásticos, dizem os entendidos que partem o cabelo... sou mais de molas... mas quando me esqueço, também enfio o lápis, caneta ou qualquer oisa do género na cabeça, ops.. cabelo!!! LOL
não podemos é negar a boa intenção das meninas!!!
:o)))***

E. Maria disse...

História engraçada. Eu só recentemente fui iniciada na arte de prender o cabelo com um lápis. Mas habilidosas as mulheres que conseguem tal feito ! Bem, talvez seja bom postar aqui um textinho a explicar como se faz. Apreciava !