segunda-feira, 18 de junho de 2007

Conseguir, só penso em conseguir...ARGH!

O fim do ano está próximo e, tal como já referi, o agrupamento gosta de celebrar o fim do ano lectivo com grande pompa e circunstância...o que me deixa a pensar cá com os meus botões, que no início do ano não se fez nada disto...até parece que os querem ver pelas costas!Mas não deve ser isso...
Os 4ºs anos são aqueles que terão maior destaque, visto transitarem para uma nova escola. Até aí tudo bem. O que me está a custar engolir é que os meninos de uma determinada turma foram gentilmente avisados que têm de contribuir com 5 euros cada um para a compra do presente a oferecer à queridíssima professora, ora, 25 alunos a multiplicar por 5 euros dá...um balúrdio!Resta acrescentar que a turma não vai toda ela transitar para o 5º ano...pelo que a prenda me parece um tanto ou quanto paradoxal:"Aqui vai esta prenda como forma de retribuição pelo seu esforço em manter-me, com 12 anos, numa escola de 1º ciclo!Bem haja!".
Depois há a questão da festarola ser uma verdadeira competição para ver quem conseguirá fazer uma actuação melhor e mais cheia de mariquices...porque quem está efectivamente a participar são os egos das professorinhas todas! Todas elas detentoras de um sentido de espectáculo capaz de fazer tremer o La Féria. É que 75% das turmas (TREUZE no total...as vezes que eu já ouvi isto nos últimos dias...) vai interpretar canções da famigerada "Estrelinha"!!! E os pais também vão interpretar uma canção da "Estrelinha"!
Tirem-me deste filme.
Claro que, no meio disto tudo, aqui a Maria tinha de ser a encavada. Nem havia nada a enganar. Ora, como em todas as escolas, nesta também existe a sala dos "rejects".Esta turma é constituída por aqueles meninos que já deviam estar no 5º ano e que, por razões de índole sócio-familiar (bonito!), não manifestam qualquer interesse pela escola, a não ser pelos intervalos, que aproveitam para espancar os mais novos e dar trabalho às auxiliares. Com a minha sorte típica, calharam-me. Ora, este ano a história repetiu-se: a professora a quem foi atribuída esta turma fez queixa, alegou as alíneas todas e mais algumas para poder ter apoio para cada aluno, fez queixa à DREL por que a turma não é legal, os alunos forma literalmente abandonados à sua própria ignorância. A bela da colega, achou por bem que o exame que vai fazer no dia da festa não lhe deixa tempo nem paciência para ensaios. Estranho, mas verdade.
Resumindo e concluindo, e atendendo ao facto de eu ser detentora de uma valente CARA DE PARVA a bela da colega disse-me que se eu não fizesse nada com eles para a festa, eles não participariam. Entre a espada e a parede, o sentimentalismo veio à tona e disse-lhe que assegurava a participação da turma.
Agora não sei se me meti numa camisa de onze varas. É que não se consegue disciplinar miúdos cuja única noçaõ de disciplina é o estalo e a vergonha perante os outros. Digamos que não está fácil. Mas não vou desistir deles, da mesma forma que, consecutivamente, outros o têm feito. Sexta-feira logo vos digo alguma coisa.

17 comentários:

Peste disse...

Pois eu s fosse a ti colocava as criançinhas a par dessa espectativa de falhanço por parte dos outros vais ver é meio caminho andado para eles quererem vencer.

Boa sorte!!

Rita disse...

Mas isso existe mesmo? Uma sala só com os "enjeitados"??? Como é que é possível? Não seria muito mais ventajoso em todos os aspectos (para a escola, para os professores, para eles) dissolvê-los pelas outras salas... Nem quero acreditar!
Jokas

Rita disse...

Ventajoso??? Teria alguma coisa a ver com vento ou conm ventosas??? Não o que eu queria mesmo era dizer era vantajoso, como em vantagem...

azul disse...

Vais conseguir!
Álias,VÃO conseguir!
E vão fazer um brilharete no meio dessas "estrelinhas de meia tigela" .
No doubt.

Stôra disse...

Força, Maria, vais conseguir! E se for preciso, solta o estalo (no meio da confusão nng vê) ;)
Olha lá, tu também vais participar na festa?! Quero dizer, activamente? É que, a avaliar pela imagem, aposto que o teu "Manel eskisito" não vai resistir e vai saltar para o palco!!! hihihihi
*Beijinhos*

SaltaPocinhas disse...

nem todas as escolas são iguais, felizmente!
a minha é pequenina e quando as crianças querem mostrar alguma coisa aos colegas, são elas que ensaiam e apresentam, tudo sozinhas... Fazem-no mesmo para se divertirem, não é nenhuma feira de vaidades delas, muito menos das professoras!
Também não há turmas de enjeitados na minha escola... Nem prendas caras para as professoras (nem baratas!!) muito menos com meninos "aconselhados" a colaborar com dinheiro!!

SaltaPocinhas disse...

e boa sorte para a festa!
é claro que vais conseguir!

Para sempre, Maria disse...

Peste:

Já fiz isso hoje quando a T resolveu espancar a M por esta ter dificuldades de coordenação. Foi uma situação deplorável e que me deixou em brasa! Só me apetecia pegar na miúda e pô-la a andar da sala!
Ameacei-a que não participaria se voltasse a repetir a parvoíce..vamos ver o que dá.

ai, ai...onde eu me meto...
beijo

Rita:

É triste e ilegal mas acontece. Aqueles meninos são ultra carentes e, como tal, fazem tudo para chamar a nossa atenção. Se lhes damos um dedo...ficamos sem braço até à omoplata.Eu travei uma autêntica batalha durante o ano para não me ir abaixo...e sei que consegui criar laços fortes com os mais mal-comportados. As colegas (pfff...) anteriores ficaram escandalizadas pelo cheiro (banhinho é coisa que não é costume)e pelos termos que eles usam. Em vez de os motivar elas meteram atestado...enfim, é esta a realidade.
beijo


Azul:

Basta-me que saibam fazer os gestos. Vão cantar a canção da "Goldilocks" e contar a história com uma dança.Ai, ai...
beijo

Stôra:

Não me chame eu Maria!(não é pseudónimo!)E o mê Eskisito vai estar lá a um canto a gozar o prato.Garanto-te que vou mais tapadinha!
beijo

Saltapocinhas:

Esta escola é um verdadeiro microcosmos da parvoíce e da mediocridade. Embora existam por lá 2 professoras que fogem à regra.
Beijo e obrigada

Eskisito disse...

This calls for a sexy party...

Maria Cunha disse...

no meu parco vocabulário, colegas são as ... meninas que por aí andam na mais velha profissão do mundo...
eu seguiria o conselho sábio do teu querido marido e mais tarde... talvez até mesmo de manhã... pensaria no assunto...
de qualquer forma quem melhor do que uma Mulher como tu para sonhar e tornar real esse desafio?

Bellatrix disse...

ahahaha! estou a rir porque passei por essa situação o ano lectivo passado.. e fartei-me de rir quando as ovelhas negras mais "aquela anti-social lá do inglês" (acho que foi dos nomes mais simpáticos que ouvi naquela escola) levaram ao palco uma espécie de sátira... do que as outras criancinahs fizeram.. gozou-se com a bela da floribela e tudo o resto que os outros adoravam...
eu diverti-me, os miúdos deliraram, e tudo correu lindamente....

boa sorte.. e olha, está quase!!!!

beijinhos

ana disse...

Minha querida, essa realidade e a própria situação são-me bastante familiares. Na escola onde trabalho também existe uma turma assim, mas a diferença é que a maioria dos professores deles abraçaram mesmo uma missão ao ficarem com a turma, embora as dificuldades sejam obviamente muitas.
Concordo com o que se disse acima sobre a perspectiva de falhanço que lhes pode servir de motivação, mas também é importante que façam o melhor uso da (má) fama que têm, por isso a sátira e o bom humor serão sempre bons aliados.
E como estes dois últimos não te faltam, amiga, acho que vocês vão arrasar! Até porque normalmente são esses miúdos excluídos os que têm mais coisas para expressar, se lhes damos espaço para a criatividade é sucesso garantido!

Beijinhos e força para essa tarefa que deverá ser a última das mais penosas.

Dina disse...

Boa sorte Maria. Quanto à prenda para a dita cuja...de quem foi a brilhante ideia??
Sempre acchei isso uma falta de chá de todo o tamanho.Agradecer o quê?? Ela não foi paga para isso?? Aposto que ela não está a recibos verdes...
Tivesse eu um filho/a nessa escola e ela ia ver os meus 5€ mas em fotocópia só...há gente que tem cá uma lata!!
Agora mudando de assunto...o fim de semana foi bom?? Soube-te a pouco?? Aposto que o teu eskisito não se armou em tal ao ver a comidinha da sogra...:):)

Para sempre, Maria disse...

Como a dita foi eleita para o pedagógico tem direito a honras de Estado.A ideia deve ter sido da magnífica associação de pais, composta de criaturas com nomes do género KIKI e LILI e TONHÓ.Uma corja que só visto. No Natal 2 meninos ofereceram-me uma prenda-que guardo com muito carinho- mas eu não lhes disse nada...e assim é que deve ser.
Quanto ao fds foi óptimo, embora não tenha estado com o meu sobrinho mais lindo por estar fora.Mas em Julho não perdoo e vou moê-lo com miminhos.

beijo
beijo

Joe disse...

Nas escolas onde dou inglês aos 4º anos os alunos do 4º ano vão ter uma cerimónia estilo americano com os chapeus que se veem na cerimónias de graduação americanas. Felizmente não tenho nada a ver com isso, no dia só tenho que estar presente e mais nada

Para sempre, Maria disse...

joe:

LUCKY YOU!Eu tenho que andar a fazer macacadas com a turma do inferno.Mas vai correr bem...digo eu...

beijo

Teresa disse...

Este lembro-me de ter lido sem comentar, apesar de solidária contigo nas tuas vicissitudes como professora.

Beijo.