segunda-feira, 7 de maio de 2007

Onde é que as queres levar???

Ando há algumas semanas a seguir mais uma série, desta feita na TVI...a série em questão chama-se Heroes (leia-se hiros). O enredo gira em torno de um grupo de pessoas que, por alguma razão que desconheço, ganha super-poderes. Uma regenera, outro lê pensamentos, outro voa, outra tem dupla personalidade e ainda há um que adivinha o futuro.
E foi então que me pus a pensar: se tivesse hipótese de ter um super-poder qual escolheria...


O ideal seria juntá-los todos...isso é que era a loucura! Mas deve haver alguma lei qualquer que o proíbe, portanto, de todas escolheria a possibilidade de parar o tempo e viajar no tempo...um 2 em 1 que deve ser espectacular (esqueci-me de mencionar que também há uma personagem com este poder). Imaginem as vezes em que estamos quase, quase a mandar alguém para o c%$Y$# que o fY$#%#...mas...TCHANAN!... a colega de trabalho cala-se com as tretas do costume de rato de laboratório...e aproveita-se a paragem para respirar fundo pregar uma valente chapada na interlocutora de há instantes e ...TCHANAN...retoma-se onde se parou a conversa mas já com a outra bem aviada! Que dizem? hã? Uma visionária é o que eu sou! É que assim poupavamo-nos a muitas chatices e ganhávamos em gargalhadas. Tem tudo de positivo.


Quanto a viajar no tempo serviria para variadíssimos propósitos: voltar ao tempo de estudante quando a vida real começa a massacrar, voltar atrás ao dia em que disse " Eu cá gosto do Sócrates..." e auto-flagelar-me como os Filipinos, e, ainda andar 26 anos para trás e meter juízo na cabeça de quem me deu o nome...


4 comentários:

Morsa disse...

Olá Maria. Compreendo a tua escolha. Porque provavelmente faria o mesmo que tu... Mas realmente é difícil escolher! Outra hipótese seria ler as mentes! Era óptimo saber o que o nosso superior espera de nós antes de pedir o que quer que seja e nós aparecermos com isso feito!
Ou fazer uma surpresa à mulher que nós gostamos. Ou perceber se aquela que nós achamos piada nos acha o mesmo! Mas com a tua característica podias voltar o tempo meia dúzia de horas pra trás e meter a chave certa do Euro-Milhões pra ti...

Ai que nervos!

Não se pode escolher duas? :)

Beijinhos

Para sempre, Maria disse...

Ná, ná! Só um!


Para quê um emprego quando podes ter o Euromilhões? :)
Um abraço

Dina disse...

E havia outra que era uma enciclopédia ambulante mas que já foi despachada...
Quanto ao poder que escolhia...bem é difícil porque dupla personalidade já tenho devido ao signo (sou gémeos logo 2 em 1)acho que ouvir os pensamentos dos outros devia ser fixe. Andar para trás e para a frente no tempo acho que não queria...porque isso levava a que tivesse sempre tendência para andar a corrigir coisas que não me agradassem...mas quando li a tua última frase fiquei tentada a escolher esse pela mesma razão. O meu padrinho é que namorava com ela e eu é que carrego o bendito nome até ao fim da vida, sim porque ele nem casou com a mocita a quem foi buscar o nome para me colocar.Mas pensando bem...conheço alguns bem piores!!

Para sempre, Maria disse...

Ora nem mais!
Os meus padrinhos foram também muuuuito inovadores...e espetaram-me com o nome da minha madrinha!
Que tem tipo 70 anos por esta altura. Um mimo.