quinta-feira, 3 de maio de 2007

Uma fonte de sabedoria ou Carlos Castro em acção

Por volta das 12h45 de todas as Quintas-feiras, tenho reparado que é costume a RTP entrar num momento à lá twilight zone, que é como quem diz, o amiguinho Carlos Castro- esse grande opinion-maker da nossa praça- tem os seus 15 m de tempo de antena semanais. E o que é que eu deveria fazer assim que se ouve o famigerado jingle a anunciar a entrada da personagem?
hipótese 1- desligar o aparelho de televisão (gosto de dizer aparelho)
hipótese 2- procurar desesperadamente o comando
hipótese 3- esperar para ver
Normalmente espero para ver com que maravilhoso comentário aparvalhado e arrogante é que ele vai brindar estas nossas mentes sedentas da sua verborreia.
É um risco, bem sei. Arrependo-me 3 a 4 minutos depois de ele começar a falar, é um facto. Mas o que é que querem, acho impagáveis as caras dos apresentadores quando ele pensa que acabou de nos revelar uma verdade indiscutível sobre uma dondoca qualquer das revistas. Tipo: "Então e vá?".
Hoje resolveu afiar a língua (vieram-me à ideia uns quantos trocadilhos..mas não vou ceder) para o lado do Camané... Coitado do Camané, até estava a ter uma carreira tão profícua...mas, claro que agora, depois da crítica incisiva do Carlos Castro nada voltará a ser como dantes!
Temos, de facto, perante nós, uma pessoa extremamente observadora. E , para o caso de ainda não terem reparado nisso ele faz-nos reparar com comentários subtis " Eu cá sou muito observadora...digo, observador!"e vai de nos alumiar o caminho até à 1 da tarde com o seu trunfo fantástico. Agora que já estão todos ansiosos (ou não) por saber a pérola que ele resolveu atirar hoje cá vai: ora o Camané, ao que parece, tem um espectáculo no S.Luiz em que canta temas de Jobim, Aznavour, Sinatra e mais uns quantos clássicos. Escusado será dizer que a tarefa não será fácil. Tendo em conta que se assume fadista e por estar a interpretar temas em, pelo menos 3 línguas...mas isso somos nós, energúmenos, que achamos. O nosso cronista (alcoviteiro cá p'ra mim...Fernão Lopes é que é cronista este badameco é mas é...ok já passou!) acha que não tem nada que saber e então resolveu criticar Camané por ter as letras das canções à frente! Quem não tem nada que fazer...(termino um dia) e este é assim. Que mal terá o homem ter um auxiliar de memória??? Por amor da santa!
Mas isto piora, depois de largar a posta de pescada e depois da já costumeira cara-de-ó-homem-cala-te dos apresentadores e devido ao silêncio incómodo, a personagem lembra-se de dizer:" Ele é fadista mas ainda não tem estaleca para fazer um espectáculo destes. Eu cá gosto de tudo direitinho!" Valha-me Santa Engrácia! O homem não tem senso do ridículo? É que, já agora, esse principiante que é o Plácido Domingo também usou um tripé com a letra para cantar "Foi Deus" da Amália! Amadores estes cantores. Precisam, nitidamente, de umas dicas do Carlos Castro!

7 comentários:

Morsa disse...

Se não fosse o Carlos Castro eu nem sei o que seria deste país pequenininho...

Xanu disse...

Quem não tem nada que fazer...faz pívias a grilos! (era o que dizia a minha ex-sogra, uma jóia de pessoa por sinal e com quem aprendi muito)
Não era assim que ias terminar?Se não era...azar!
Quanto a esse sr que saiu como o triticale (perguntarão vcs o que tem uma coisa a ver com a outra mas terão que descobrir isso sózinhos) ele devia estar já na lista para uma possível vaga que venha a ocorrer num qualquer lar para a 3ª idade que não seja comparticipado pela S.S.

Para sempre, Maria disse...

Não ...por acaso até era...abre o cu e apanha moscas! Igualmente ilustrativo!
Sinceramente, não percebo o que faz aquela aventesma na televisão!E a ganhar como cachet o NOSSO dinheiro, porque esta história do serviço público tem muito que se lhe diga.Ok, posso optar por não ver, mas também acho que não soua única teleespectadora a nutrir um sério ranço por aquilo.

Anónimo disse...

pois é rica ou rico tanto faz como é pseudonimo a maria pode ser uma traveca ressabiada
li a reportagem do dito cujo e é mentira o homem não diz mal do camané.
eu vi o camané e detestei um bom fadista arvorar-se em brell!!!
tenham juizo seus chapados de nada!

Anónimo disse...

Também concordo. O Camané que canta tão bem meter-se numa argolada com orquestra e tudo...olhava para o maestro coitado, que nem sabia o que fazer. ó camané canta o fado que és bom. agora Brell?

Anónimo disse...

o camané é bom a cantar fado agora com orquestra meu rico dinheirinho
o castro é que as sabe e voces seus panilas de merda atacam o homem

Azul disse...

Ah,Maria,tinha mesmo que voltar para trás para vir ver,ao vivo e a cores, estas perólas deixadas por esta gente cheia de glúteos!!!!
Sei ´lá,gosto de ver a malta assim,a protagonizar o seu zero, quer seja ele a nível do português(tão bem redigidos que estão os textos!!!!!!), quer seja com a ridicularização ´que os mesmos decidiram fazer a si próprios!!!!!!
No fundo,é de partir o côco a rir!!!!!