quinta-feira, 17 de maio de 2007

Por baixo de uma burkha...

Ando há já algum tempo a congeminar um post sobre o que é para mim um blog. Umas vezes dá-me para pensar que é uma terapia, outras penso que é um diário, outras um instrumento de comunicação puro e simples. A cada post serve um propósito diferente.

Hoje, esta minha indecisão desapareceu, tudo graças a uma notícia de hoje do Diário de Notícias.
Existem 700 mil blogs escritos em farsi-língua oficial do Irão- e metade deles são escritos por mulheres.

É fantástico não é?(esta expressão tornou-se mesmo parva) É que, se calhar para nós (incluo no pronome os bloggers dos links e outros que costumo visitar), que usamos os nossos blogs como forma de expressão, esquecemo-nos que, noutra parte do Mundo, este nosso exercício catártico algo fútil , constitui o único momento de Liberdade de outros.
Nós entramos em picardia por colorações que correm mal (enfim, gajas...) nos blogs que criamos. Em oposição, estas mulheres podem enfrentar penas de prisão de 6 meses a 2 anos por escreverem alguma coisa contra o regime vigente. Já para não falar na questão do apedrejamento...

11 comentários:

Dimitri Apalpamos disse...

desculpa maria mas faz domicílios?
é que eu gostei desta doutora e do que escreve!:)

Já agora desanca naquelas tretas dos anúncios do perfeito perfeito...

Benfiquista disse...

cuidado pode-te acontecer o mesmo.
eh eh eh!!!

Dina disse...

Por vezes esquecemo-nos do que há uns anos atrás alguns portugueses fizeram para que pudessemos escrever o que nos dá na real gana.(cuidado não abusem...)
Por vezes quando me queixo que este país é isto...ou aquilo...ou assim e assado, logo de seguida penso que se tivesse nascido num desses países onde as mulheres são tratadas como animais (cá também há algumas infelizmente mas isso são outros 300!!)me sentiria muito pior.
Será que essas mulheres não correm um risco enorme só por ousarem ter um blogue??

Morsa disse...

Liberdade de expressão no Irão? Não existe! Os Mujahiddin não deixam! Corram com eles (como se fosse fácil...) e a coisa pode ir ao sítio!

Para sempre, Maria disse...

Dimitri:

Ná, eu cá sou como o novo serviço de saúde, o saúde24...é só à distância.:)

Uma abraço e obrigada pela visita

Maria Cunha disse...

mais uma vez a localização geográfica a condicionar as nossas prioridades...

Para sempre, Maria disse...

Benfiquista:

Porra...lembras-te da fã número 1 da Praça da Alegria...essa deve ter Khomeni de apelido...

Para sempre, Maria disse...

dINA:

Andamos nós armadas em feministas, esta é que têm razões para espingardar...literalmente.

Para sempre, Maria disse...

Morsa:

Eu sei bem o que lhes fazia...ou não!

Para sempre, Maria disse...

Homónima Cunha:

Sem dúvida. Reclamamos de barriga cheia.

Dimitri Apalpamos disse...

obrigado pela visita dra.
volte sempre.