domingo, 20 de janeiro de 2008

Shirley Temple alentejana


Estava a ler este post, quando me lembrei da minha própria incursão pelo mundo do teatro...E foi mais ou menos assim:

Mariazinha na bonita idade dos 6 anos, é interpelada pela Irmã J., de papel em punho:
Irmã - Maria, vais ser a avó do capuchinho vermelho.
Maria - er....Mas...
Irmã - Vá, dizes à mãe que precisas de roupa de velhinha.
Maria - Mas não me apetece fazer de velhinha...
Irmã - (Deve estar parva a gaiata!) Então vais dançar o corridinho.
Maria - Pronto, tá bem, eu faço de avó do capuchinho vermelho...(fungando)

E disse muitas asneiras daquelas mesmo graves: "má!", "parva da freira!" e tal... que eu era uma rebelde.

Dia da estreia, lá estou eu de saia preta da minha avó, e com uns óculos redondinhos que tinham pertencido à minha bisavó, lá vou eu dizer aquelas coisas parvas que a avó do capuchinho vermelho (criatura igualmemte brilhante) diz, e que eu nem me lembro, tal era a sua profundidade. Lembro-me no entanto que a minha avó se fartou de bater palmas.

No ano seguinte, a irmã J. volta à carga, encurrala-me entre o piano e a foto do bispo (se aquele piano falasse, só dizia "Fujam! Vem aí a freira!) e diz-me de olhar felino e ligeiramente avermelhado:

Irmã J. - Queres fazer um teatrinho com as tuas amigas L e M.?
Maria - Er...
Irmã J. - Eu vi logo que tu deste irias gostar!
Maria - (raisparta os teatros e ...) Pois, e é para fazer o quê?
Irmã J. - Depois vês.

Ora a trama da peça era simples: 3 miúdas estão na sala do castigo e armam-se em sindicalistas e dão em dizer, de 5 em 5 minutos: "Não há direito, não há direito, não direito!"

Os ensaios até corriam bem, o problema é que a encenadora (aka Irmã J.), esqueceu-se de estar ao pé de mim para me avisar do momento em que tinha de entrar em palco, e deixei as minhas duas colegas a encher chouriços uns bons minutos...

Portanto, a minha incursão pelo mundo do teatro foi curta mas intensa. Ou deverei dizer má e traumatizante?

13 comentários:

Marta disse...

Foi um verdadeiro delirio.
LOL

Bom fim-de-semana.

Lisa's mau feitio! disse...

Mary de meu coração!!!

Deixa que a miguxa aqui vai dar-te umas aulinhas de teatro. Tens de ir às aulas que eu dou naquele horário que a gente tem no fim do dia, esse sim, por vezes de encher uns bons chouriços (agora há-de vir a Diabba perguntar se eu tenho alguma coisa contra enchidos...ahahahah)!!

Mary, já és boa numa coisa: em ser a grande protagonista no teatro da tua vida. E olha que és uma actriz cheia de garra!!!
És linda, minha Mary!!!

Beijos para tu de eu, sim?:)

Ai Mary, ando aqui atulhada de trabalhinho...Sabes aquelas coleguxas da minha idade, mas que se enquadram perfeitamente na pomposa da brigada do reumático que não fazem nadinha??????
Pois.

fuiiiiiiiiiiii....

ahahahahah

mik@ disse...

lol foi de risos :)
acho que te tinhas divertido mais a fazer de lobo mau :P
bom domingo beijinhos

Formiguinha disse...

Ao menos tentaste.....

Já não é muito mau!

Bêjos

Maria Manuela (M&M) disse...

As freiras deixam traumas para o resto da vida... é verdade sim sr.

Passei por aqui e gostei. bom blog, sim sra. vou voltar.
bj

Luazinha disse...

Tu querias era manter o suspense...
Perdeu-se um talento da dramaturgia portuguesa...tou a ver q sim!
Ganhou-se um na blogofesra.. Há males q vêm pra bem...
Boa semana melher!
Kiss

Dualidades disse...

O que eu perdi! Adorava ter estado na plateia! :o)

Dualidades JP

Ninica disse...

Sem dúvida "má e traumatizante"!!!
EHEHEH!!!!
não te chega quando logo de madrugada te pões a cantarolar o dartacan... em espanhol....
Beijo

Lisa's mau feitio! disse...

Mary de meu coração!!
Vinha APENAS desejar-te um feliz início de semana e ia logo embora... Qdo me deparo aqui com uma coisa que me fez parar e tal..cliquei e tal...e achei que tinhamos um bom motivo para rirmos no próximo cafezito virtual que tomemos!!! ahahahahah
bem, isto sem falar noutra tema de conversa que trago ali do blog de seu marido!!

Tem, então, uma boa semaninha de trabalho, minha querida Mary!! (afinal foi para isso que eu cá vim!!)

Tenho de ir trabalhar... Sabes como é... Gente nova com pseudo artrites reumatóides não pode esforçar os dedos... Assim se fizera força na língua, caramba.

Fuiiiiiiiii...

Cruxe disse...

A minha primeira incursao no teatro foi na festa da 4ª classe. Fazia de principe da cinderela e o meu texto resumia-se à frase: "É ela!" depois da cinderela experimentar o sapatinho. Lembro-me de ter ficado chateado porque retiraram a parte em que o principe beijava a princesa. :(

MiSs Detective disse...

uiiiiii tinhas tudo minha filha.. tudo para vingar nessa carreira lolol

Dina disse...

Olá...venho ali do lado (eskisito) e estou tão preocupada...tu vais deixá-lo fazer mesmo aquilo?
Bom mudando de conversa...tens que ir ver a decoração nova do Coisas e dar a tua opinião.

Elvascidade disse...

Será que se perdeu um talento no mundo teatral? Post muito engraçado.